Terça-feira, 6 de Outubro de 2009
Injusto!!! por Diogo Agostinho

 

E quem fez a corrida metro contra porshe não tem direito a um porshe? Ou um passe de metro?

 

Ai ai, que giro está este conceito de cigarra e formiga. De facto, em Portugal, o termo populismo anda ao sabor da maré.

 

A campanha de Costa, tem sido marcada pela negativa. Desde as comparações com o IPO, ao mandar calar a boca a um adversário, passando pela comédia de referir que a candidatura Lisboa com Sentido não tem programa, revela um claro desespero. Mas que continue nesse toada. Nós queremos é uma Lisboa pela positiva!

 

 



publicado por Diogo Agostinho às 15:00
link do post | comentar

Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009
Salvem o Martinho da Arcada II por João Mota Lopes

No dia 5 de Setembro, lancei uma causa, em tom de petição pela salvação do Martinho da Arcada e de toda a envolvente do Terreiro do Paço.

 

Hoje, passado um mês, e de forma espontânea, mais de 2750 pessoas dos mais diversos quadrantes da sociedade portuguesa juntaram-se a esta nobre causa.

 

Isto significa que as pessoas dão importância à cidade.

Que não querem ver a sua história apagada.

Que se dá importância a causas com sentido.

 

Como dizia um poeta, outrora frequentador do Martinho, “ vale sempre a pena, quando a alma não é pequena ”.



publicado por João Mota Lopes às 19:56
link do post | comentar | ver comentários (1)

António Costa diz ter hoje imposto à APL e à Mota-Engil, a limitação da altura do terminal de contentores de Alcântara: "Não podem ser empilhados mais de cinco contentores", afirmou, satisfeito.

Para se ter uma ideia do impacto visual que o referido terminal terá junto ao Tejo, basta olhar para a fotografia ao lado.

Lisboa já teve uma muralha fernandina. Porque não agora uma muralha costina? A qual, bem vistas as coisas, até pode dar um bom miradouro para radicais...

 

in 31 da Armada

 



publicado por Diogo Moura às 13:57
link do post | comentar

Domingo, 4 de Outubro de 2009
Falta de ética democrática por António Prôa

António Costa entendeu por bem enviar agora, para todos os funcionários da CML, uma mensagem a anunciar um aumento salarial e com retroactivos! Esta atitude do presidente da câmara e candidato é uma grave demonstração de falta de ética democrática.

 

Não vale a pena estar com rodeios e com desculpas esfarrapadas. Desta vez não, Dr. António Costa. Sejamos claros: trata-se de um aproveitamento político indigno. Utilizando o poder que detém como presidente da câmara, utiliza um aumento de ordenado para se colar à imagem do "patrão generoso". Sucede que o faz com dinheiro que não é dele mas dos contribuintes.

 

Assim como quem diz "tomem lá um aumentozinho e se votarem em mim aumento-vos ainda mais o ordenado", o presidente da câmara e candidato, a alguns dias das eleições, tira partido do cargo que ocupa para proveito político eleitoral próprio. Isto não tem um nome? Demonstra, pelo menos, um total despudor democrático.



publicado por António Prôa às 11:11
link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

António Costa continua a dar exemplos de que lhe falta estofo para ser Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

 

Para além da falta de obra, agora fica a ser conhecida a falta de sentido, neste caso de sentido protocolar. E a prova dos dois pesos e duas medidas e também dos preconceitos que tem.

 

O facto de não se colocar à margem da cerimónia do 5 de Outubro e tudo fazer para a presidir, com as repercussões protocolares inerentes, demonstram que António Costa não é a pessoa certa para o lugar. De forma a que este possa ter palco lá tentam arranjar excepções às regras.

 

Não acredito que esta atitude seja prova de um republicanismo exacerbado. Tal como a recente atitude de exigir o cumprimento dos regulamentos para a retirada de uma bandeira hasteada há sessenta anos no Largo Camões.

 

Se num caso se cumpre os regulamentos municipais porque razão não querem agora cumprir Regulamentos Militares e Leis Protocolares de âmbito nacional?

 

É asneira atrás de asneira.

 

Dia 11 Lisboa tem mesmo de voltar a ter Sentido.
 



publicado por Rodrigo Saraiva às 17:43
link do post | comentar | ver comentários (3)

Santana Lopes quer gestão da Baixa partilhada entre Câmara e comerciantes

O candidato social-democrata à Câmara Municipal de Lisboa defendeu um novo modelo de gestão para a Baixa, partilhada entre a autarquia e os representantes dos comerciantes, que deverão ser uma espécie de “administrador delegado”.

Num encontro da Associação de Comerciantes da Baixa no café Nicola, Pedro Santana Lopes manifestou a necessidade de “desatar o nó” da gestão naquela zona da capital, entregando a “pilotagem a quem se mostrou interessado e capaz”, ou seja, aos comerciantes.

Santana Lopes propõe um modelo “ousado” de partilha de responsabilidade entre autarquia e comerciantes e é contra o papel que tem tido a sociedade Frente Tejo, que acusa de gerir nas costas da câmara e dos habitantes.

Exemplo disso, afirmou, é o facto de haver “um consultor imobiliário” a contactar marcas internacionais para se instalarem nas arcadas do Terreiro do Paço.

“A Frente Tejo nasceu para estes projectos se fazerem todos sem irem a reunião de câmara, sem se saber quanto ganham os arquitectos…tudo isto vai andando”, afirmou, declarando que administradores da sociedade imobiliária estão entre “os notáveis” que o seu adversário socialista e actual presidente da Câmara, António Costa (PS), reuniu na sua comissão de honra.

Além disso, afirmou, a sociedade Frente Tejo “não tem o direito” de contratar “sem concurso de ideias” um arquitecto (Bruno Soares) para projectar o futuro Terreiro do Paço que entende que aquela praça “não se presta a ser frequentada pelas pessoas”.

Para o Terreiro do Paço, defendeu a saída dos ministérios da Administração Interna e da Agricultura.

Santana Lopes reiterou críticas à saída do Comando Metropolitano da PSP para outro concelho e à saída do aeroporto da cidade, “processos perigosíssimos” que dão a ideia de que “ali não há futuro”.

O candidato defendeu a construção de “estacionamento em altura” com “tarifas estimulantes” em locais onde hajam prédios devolutos, dentro da malha urbana, e a promoção da Baixa em consonância com o “ADN” e a identidade daquela zona para “atrair novas marcas e criar razões para que as pessoas ali morem”.



publicado por Diogo Moura às 14:17
link do post | comentar

Costa recusa debates por Diogo Moura

Pois é, á cada dia que passa António Costa revela o pior dele e do Partido Socialista.

Não bastasse o recurso de baixo nível ao levar para discussão assuntos relacionados com o IPO, agora nega-se a debates a dois, havendo apenas um debate com todos os candidatos a 9 de Outubro na RTP.

 

Não se compreende. De quem tem medo António Costa? De que os lisboetas percebam, de uma vez por todas, que não tem projectos? Que tem uma lista feita de retalhos e facções do PS a pensar na derrota de Sócrates?

Ou será porque Santana Lopes o consegue desmascarar?

 

Como diz o ditado: Quem tem medo compra um cão! Ou então, com nova adaptação: Quem tem medo, esconde-se atrás da Roseta e Sá Fernandes!

 

 



publicado por Diogo Moura às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (1)

Faz sentido um aeroporto em Lisboa por Vasco Campilho

 

Uma candidatura defende-o, outra descarta-o. Coisas a recordar na hora de votar, a 11 de Outubro.



publicado por Vasco Campilho às 12:11
link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009
Não parece por Vasco Campilho

Lisboa: «CDU quer eleger mais vereadores»



publicado por Vasco Campilho às 23:37
link do post | comentar

Um arquitecto internacional é caro? por JoaoJacintoFerreira

Pensemos, que dias (poucos) de festas, estruturas, músicos e divertimento são tão caros como um bom projecto!



publicado por JoaoJacintoFerreira às 17:08
link do post | comentar | ver comentários (1)

Alguém tem de comprar um cão por Rodrigo Saraiva

Em tempo de campanha eleitoral há momentos que são mais importantes que outros e se há um que assume especial importância são os debates.

 

Momentos em que ideias, projectos e perfis são colocados em confronto de forma a que os eleitores possam melhor tomar a sua opção.
 

Se pode haver pessoas que ficaram esclarecidas com o debate entre Pedro Santana Lopes e António Costa, na SIC, outras haverão que esperam por mais momentos destes.
 

Parece que, para a RTP, está agendado um debate com todos os candidatos. Óptimo! Mas penso que mais oportunidades deveriam existir, nomeadamente debates a dois. Situação que estava prevista para ter lugar na TVI. Mas que não irá acontecer porque António Costa desmarcou. Aliás, fugiu!
 

Mas António Costa pode ficar descansado, depois de dia 11 de Outubro não mais precisa de fugir, os eleitores tratarão de o resguardar de uma vez só.
 



publicado por Rodrigo Saraiva às 15:09
link do post | comentar

Santana Lopes esmiuçado por Rodrigo Saraiva


publicado por Rodrigo Saraiva às 14:51
link do post | comentar

Autores

António Prôa

Campo de Santana

Diogo Agostinho

Diogo Moura

Goncalo de Sampaio

Inês Dentinho

JoaoJacintoFerreira

João Gonçalves

João Maria Condeixa

João Mota Lopes

Manuel Pinheiro

Nuno Pereira da Cruz

Pedro Quartin Graça

Rodrigo Saraiva

Sérgio de Azevedo

Vasco Campilho

Vítor Manuel Palmilha

Pesquisa
 
Posts recentes

T

Vou continuar...com todo ...

2001 ... 2009

Palavra de funcionário

A verdadeira razão

O António pelas Costas

Junta de Freguesia do Ori...

Grandes entrevistas

por uma questão de confia...

O Administrativo e o Admi...

Mais comentados
6 comentários
4 comentários
4 comentários
Últ. comentários
poertooooooooooooooooooooooooo
Foi bom saber que o Campo de Santana vai continuar...
Acho que faz muito bem em continuar...Lisboa pode ...
O mais sensato é votar Santana Lopes. Chega da máq...
Boa tarde Vasco,E um deles voa!!!Ainda vamos vêr, ...
Arquivo

Junho 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

Links
Subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários