Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009
Uma escolha por Lisboa por Vasco Campilho

O meu cadastro no tocante à crítica a António Costa é bem mais longo do que o meu currículo em termos de apoio a Santana Lopes. Mas nestas eleições autárquicas, queria deixar bem claro o seguinte: o meu apoio à candidatura de Pedro Santana Lopes é completamente pela positiva.

 

Porque foi Santana Lopes o político que colocou na agenda política a questão que hoje todos reconhecemos como central para a cidade: a regeneração urbana e a reabilitação do património edificado. Porque foi Santana Lopes que teve a coragem de condicionar o trânsito nos bairros históricos, (re)criando condições para a sua fruição por habitantes e visitantes. Porque foi Santana Lopes que resolveu o cancro das Amoreiras, contra tudo e contra todos, sem que agora ninguém ouse contestar a obra que deixou feita.

 

Santana Lopes tem esta e muita outra obra para mostrar, obra que realmente beneficiou a cidade de Lisboa, e que fala por si. A cidade de Lisboa não pode desperdiçar um candidato que já demonstrou que tem uma visão, que já demonstrou capacidade de a pôr em prática, e que visivelmente colocou Lisboa no topo das suas prioridades. É por isso que estou no Campo de Santana.



publicado por Vasco Campilho às 16:50
link do post | comentar

5 comentários:
De Arnaldo Ventura a 13 de Agosto de 2009 às 11:41
Então mas o que é que Santana Lopes tem a ver com a redidênca oficial do presidente da câmara? Não foi ele que a comprou...
Se é um palacete enorme e Costa não o conseguiu vender (como afirma o comentário), só demonstra mais uma incompetência ao nível imobiliário e da valorização do património.
Então e quem é o despesista no caso da viatura? Santana Lopes (segundo o comentário anterior) comprou-a, passados 6 anos Costa vende-a e compra outra...Não podia andar nessa viatura que já devia estar mais que paga e amortizada?


De NP a 13 de Agosto de 2009 às 16:44
Em Portugal todos opinam e poucos acertam. Não digo que isso seja mau, é bom que todos opinem. Não obstante, seria preferível que as pessoas se informassem um pouco antes.

As dificuldades na venda da mansão não se prenderam com as incapacidades imobiliárias que refere, mas antes com o estatuto que lhe foi conferido administrativamente, o que impedia qualquer presidente de autarquia de se desfazer do referido património.

Em relação à viatura, informo que a mesma não chegou sequer a completar 2 anos e o seu valor comercial, por ser, como referi, uma viatura de luxo totalmente equipada, foi superior ao valor da viatura que posteriormente foi adquirida por António Costa.

Permita-me concluir com o mesmo apelo, dado que parece não ter resultado à primeira:

"(...) convido todos os leitores a não irem em campanhas (...): pesquisem, analisem, há muita documentação e notícias on-line (...).

E depois, munidos dos factos e não de argumentos falaciosos de campanha ou propaganda inútil, tirem as vossas ilações."


Comentar post

Autores
Pesquisa
 
Posts recentes

T

Vou continuar...com todo ...

2001 ... 2009

Palavra de funcionário

A verdadeira razão

O António pelas Costas

Junta de Freguesia do Ori...

Grandes entrevistas

por uma questão de confia...

O Administrativo e o Admi...

Mais comentados
Últ. comentários
poertooooooooooooooooooooooooo
Foi bom saber que o Campo de Santana vai continuar...
Acho que faz muito bem em continuar...Lisboa pode ...
O mais sensato é votar Santana Lopes. Chega da máq...
Boa tarde Vasco,E um deles voa!!!Ainda vamos vêr, ...
Arquivo

Junho 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

Links
Subscrever feeds