Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

por Inês Dentinho no Jamais

 

De que serve a Lisboa o amuo público de António Costa, ao faltar à inauguração de uma ligação de Metropolitano, quando não conseguiu manter a voz de sempre da CML na Administração desse transporte vital para a Cidade?
De que serve a Lisboa ter um departamento de tráfego se as obras de afunilamento do trânsito no Terreiro do Paço não mereceram qualquer estudo prévio?
De que serve a Lisboa ter um Presidente da Câmara que prefere entregar a estranhos, não eleitos, a definição da zona nobre da Cidade – ligação ao rio e Terreiro do Paço - sem estudos, sem discussão, sem aprovação, sem concurso, sem nexo?
De que serve a Lisboa ter um Presidente que diz nada poder fazer pela Cidade por causa das contas, se a solução que encontra é o pagamento da dívida com empréstimos e a subida das Despesas Correntes de 417 milhões de euros (2007) para 440 milhões (2008) - números do Relatório de Contas da CML?
De que serviria a Lisboa uma equipa em que não há uma ideia comum - entre Costa, Roseta, Salgado e Sá Fernandes - sobre questões estratégicas da Capital, como o terminal de Alcântara, a 3ª travessia do Tejo, ou as grandes decisões sobre o urbanismo da Cidade?
São demasiadas perguntas para uma só resposta: não serve a Lisboa.



publicado por Diogo Moura às 00:25
link do post | comentar

Autores
Pesquisa
 
Posts recentes

T

Vou continuar...com todo ...

2001 ... 2009

Palavra de funcionário

A verdadeira razão

O António pelas Costas

Junta de Freguesia do Ori...

Grandes entrevistas

por uma questão de confia...

O Administrativo e o Admi...

Mais comentados
Últ. comentários
poertooooooooooooooooooooooooo
Foi bom saber que o Campo de Santana vai continuar...
Acho que faz muito bem em continuar...Lisboa pode ...
O mais sensato é votar Santana Lopes. Chega da máq...
Boa tarde Vasco,E um deles voa!!!Ainda vamos vêr, ...
Arquivo

Junho 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

Links
Subscrever feeds