Sábado, 5 de Setembro de 2009
Maioria Silenciosa por Manuel Pinheiro

A face pública tradicional das campanhas em Lisboa tende a variar entre um nicho com visibilidade mediática (sobretudo da "cultura" e do desporto) e os bairros sociais. Se os primeiros têm os seus canais informais de acesso ao decisor político, já os segundos são um grupo com problemas sérios que merecem atenção política, preferencialmente mais racional que voluntarista, de modo a que as acções não sejam contraproducentes e não perpetuem a pobreza. Mas aquilo que interessa para efeito do título é todo o universo de pessoas que está entre estes dois extremos e que constitui efectivamente a larga maioria da cidade à qual é preciso dar resposta. Ao longo de alguns posts tentarei explicar o que é que a CML de António Costa fez, continua fazer mal e não dá sequer sinais de perceber o problema e tentar fazer diferente e melhor.



publicado por Manuel Pinheiro às 17:35
link do post | comentar

Autores
Pesquisa
 
Posts recentes

T

Vou continuar...com todo ...

2001 ... 2009

Palavra de funcionário

A verdadeira razão

O António pelas Costas

Junta de Freguesia do Ori...

Grandes entrevistas

por uma questão de confia...

O Administrativo e o Admi...

Mais comentados
Últ. comentários
poertooooooooooooooooooooooooo
Foi bom saber que o Campo de Santana vai continuar...
Acho que faz muito bem em continuar...Lisboa pode ...
O mais sensato é votar Santana Lopes. Chega da máq...
Boa tarde Vasco,E um deles voa!!!Ainda vamos vêr, ...
Arquivo

Junho 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

Links
Subscrever feeds